Memorial da casa da hera

No âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, a Câmara Municipal da Covilhã devolve à cidade um janelão manuelino com mais de 500 anos e julgado desaparecido desde 1947.
Esta iniciativa constitui um marco na valorização do património cultural edificado da cidade, permitindo simultaneamente uma maior compreensão do pulsar da urbe no século XVI e da vida de figuras históricas que estiveram ligadas ao edificio de onde é proveniente o janelão, como D.Rodrigo de Castro e o Infante D. Luís.